quarta-feira, 29 de julho de 2009

pra poder ver o dia mais claro , relax .


Ante-ontem não consegui dormir, ai estava ouvindo rádio no meu celular. Parei de repente em uma rádio , que tava tocando uma musica assim perfeita .

Tipo , ela falava de um lugar totalmente inocente, ONDE as pessoas são iguais as outras, onde ser criança é ser feliz ;

Fiquei , super animada em entrar na internet para baixa-la e ouvir pelo menos umas 50 vezes ao dia . Ontem eu sai , fui no níver da Nanda :P

Mas voltando, ao titulo da postagem, o SER CRIANÇA é tão bom , ele nos dá a liberdade de imaginar , fazer o que quisermos sem nos preocupar com o que os outros vão dizer .

Ás vezes me dá uma saudade tão gostosa de quando eu era bem pequenininha, onde eu fazia cabaninhas com os guardas-chuvas na varanda, onde eu pintava desenhos na escolinha, onde eu "operava" minha avó, trocando os curativos da cirurgia que ela fez, onde eu andava no ombro do meu pai , onde eu passava roupas com meu ferro de brinquedo, onde eu passava horas intermináveis com a minha mãe , e minha felicidade estava ali , onde ela brincava comigo de ursinho .

queria que voltasse ao tempo em que eu só tinha medo do urso vermelho , que minha avó fazia a voz dele de mal ; queria voltar ao tempo em que eu fazia pirraça pra meu pai não me levar para escola, quria a minha mãe , ao tempo em que minha mãe chorava ao me ver entrar pelo portão da escola e ouvir a musica do ROBERTO CARLOS tocar no rádinho da escolinha . Ganhava kinder ovo , toda sexta , e sim eu era muito FELIZ .


Bom , ou terminar aqui , deixando a letra da musica do DADO DOLABELLA , Rolex :


" Por cima da ponte como pássarosCruzando florestas, rios e vales sombrios. Com poderes mágicos eu vou transformar. Você e eu nesse lugar podemos ser o que quiser. Com suas lágrimas pinto uma árvore. De chocolate grande até o céu para subir. Do último andar faço uma casa pra nos. E vejo as nuvens chegarem da janela pra conversar. Papai quero fazer um sol seu grande Rolex. Pra poder ver o dia mais claro, relax. Quero fazer um sol seu grande Rolex. Pra poder ver o dia mais claro, relax. A lua nós conta histórias pra dormir. E os coroinhas no altar não tem o que pedir. Os bichos de par em par ensaiam quadrilha. Até o saci e uma velhinha brincam juntos de amarelinha. Porque ninguém lá tem uma idade. As pessoas só nascem, todos nascem e só nascem... Duendes e fadas organizam um baile. Não existe cansaço e dormem só pelo prazer de sonhar. Sexagenários dançam neste lugar. E sons imaginários tocam sinos no ar. Danço um galope, um outro toque, ou rock. E a condução, é ter ação, ou não ... na imaginação"


Beijos , abraços :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

You'll tell anyone who'll listen, but you feel ignored and nothing's really making any sense at all, LET'S TALK, LET'S TALK!